Blog do Galeno Observatório do Livro e da Leitura

20 de setembro de 2018

Jornada da Biblioterapia Setembro Amarelo acontece em Teresina

Fundação Observatório do Livro e da Leitura

A Fundação Observatório do Livro e da Leietura e a Secretaria Municipal de Educação de Teresina realizam na segunda-feira, 17/09, a Jornada da Biblioterapia/Setembro Amarelo, como parte da campanha de prevenção ao suicídio na capital do Piauí. Estarão presentes na parte presencial, com diretores de escolas, orientadores pedagógicos e professores de Educação Física., no Centro de Fomação Odilon Nunes, Galeno Amorim, curador da jornada, e a psicóloga e biblioterapeuta Lucélia Paiva.

Em função da campanha que, neste mês, acontece em todo o país visando a prevenção do suicídio, essa jornada, além de semipresencial, a Jornada da Biblioterapia está realizando atividades presenciais e online voltadas para o tema. 

Os eventos, organizados pela Fundação Observatório do Livro e da Leitura, em parceria com prefeituras, tem a presença de psicoterapeutas e suicidologistas. O público-alvo é constituído por diretores, professores, orientadores pedagógicos, médicos, assistentes sociais, enfermeiros, psicólogos e, em algumas localidades, também voluntários e dirigentes de organizações da sociedade. 

Na parte presencial, além das autoridades locais, participar especialistas no tema suicídio - para tratar desde a percepção dos sinais, mudanças de comportamento comuns e como lidar, acolher e encaminhar os casos - e na Biblioterapia, para apresentar como essa ciência terapêutica tem ajudado a enfrentar, com o apoio dos livros de literatura, com questões como ansiedade, depressão, isolamento, abandono e bullyng, entre outros, que, em casos extremos, podem levar ao suicídio.

A edição semipresencial da Jornada da Biblioterapia faz parte do calendário do Setembro Amarelo, uma mobilização nacional para prevenção do suicídio, que já é a segunda causa de mortes entre adolescentes e jovens no Brasil. Desde a década passada, praticamente dobrou o número de casos, que atingem cidades de todos os portes, em zonas urbanas ou rurais, e em todas as classes sociais.

"Resolvemos juntar a experiência presencial com o acesso online para permitir o contato com diferentes especialistas e abordagens para oferecer uma ajuda mais intensa", explica o presidente da Fundação Observatório do Livro e da Leitura, Galeno Amorim, curador das jornadas, que contam com o apoio da Associação Brasileira de Municípios (ABM) e da revista Bibioo.

Na programação, constam nomes como os das suicidologistas Karina Okajima e Karen Scavacini, da biblioterapeuta e psicóloga Lucélia Paiva e do psicoterapeuta André Luiz Bordini, entre outros. "Os livros podem, com a metodologia da biblioterapia, desempenhar um papel altamente importante na identificação, acolhimento e prevenção", observa Galeno.

Para maiores informações, entre em contato pelo telefone (16) 9 8245-0017 ou pelo e-mail fundacao@observatoriodolivro.org.br.

Mais Destaques

Todas as notícias sobre "Destaques"

Receba por e-mail


Cadastre-se!

Livrômetro

Relógio da leitura no Brasil

565.920.000

Livros lidos em 262 dias de 2018 no país

Publicidade