Blog do Galeno Observatório do Livro e da Leitura

20 de setembro de 2018

Aluno de escola pública é destaque em Concurso Internacional de Redação « Acre

Folha Nobre - 06/07/2018

imagem06-07-2018-22-07-39

Escola também receberá R$ 1,5 mil, que serão investidos em atividades como o programa de leitura (Foto: Dryelem Alves/SEE)

O aluno José Luis Magalhães, 14 anos, da escola Marilda Gouveia Viana, no bairro João Eduardo I, região da Baixada de Rio Branco, foi destaque no 47ª Concurso Internacional de Redação de Cartas da União Postal Universal (UPU). O estudante ficou em segundo lugar no resultado estadual e receberá o valor de R$ 1 mil.

José está no 9º ano do ensino fundamental, e se destacou dentre os 750 alunos da instituição. Natural de Feijó ele veio para Rio Branco, no início do ano, para realizar um tratamento. O menino diz se sentir orgulhoso por ter se destacado no concurso.

“Estou muito orgulhoso por isso, sou um garoto do interior e cheguei à capital conseguindo me classificar em uma competição que envolvia centenas de alunos. Isso deixou meus pais felizes”, conta.

O tema proposto era “Imagine que você é uma carta que viaja no tempo. Que mensagem você quer deixar para seus leitores?” e o aluno desenvolveu uma redação falando sobre a África.

“No ano passado, eu tive um estudo grande sobre a África e vi que algumas regiões sofrem precariedades e fome, então eu escrevi a carta no sentindo de ajudá-los”, explica.

Além de José, a escola também receberá uma quantia de R$ 1,5 mil que será investida em atividades como o programa de leitura, que se  inicia no segundo semestre, em que serão trabalhadas as principais competências da leitura e da escrita.

imagem06-07-2018-22-07-42

José Luis Magalhães foi destaque no 47ª Concurso Internacional de Redação de Cartas da União Postal Universal (UPU). (Dryelem Alves/SEE)

Para o coordenador de ensino da instituição, Christian Moraes, esse resultado é motivo de alegria e isso reforça a ideia de que quem faz a escola é o aluno, independente do local que ela esteja.

“A escola, sendo da periferia ou não, tem que fazer a diferença e o aluno tem que fazer a sua diferença dentro e fora dela [escola]. Nossa gestão estimula sempre o protagonismo do aluno. Então incentivamos, trazemos projetos e estimulamos ações para que os estudantes se sintam pertencentes a esse lugar”, diz o coordenador.

Ele destaca, inclusive, que José Luis se torna exemplo, esperança e ânimo para todos os que o rodeiam. Além de servir de estimulo para criar mais atividades motivadoras para que os estudantes se destaquem mo meio educacional e dentro da sociedade.

O primeiro lugar estadual, que deixou o Acre na 15ª posição no resultado nacional, foi da estudante do 8º ano do Colégio Sigma, Luisa Oliveira. O terceiro lugar estadual foi da aluna do 8º ano da escola Elozira dos Santos Thomé, Líria Ferreira.

Mais Prêmios para quem faz

Todas as notícias sobre "Prêmios para quem faz"

Receba por e-mail


Cadastre-se!

Livrômetro

Relógio da leitura no Brasil

565.920.000

Livros lidos em 262 dias de 2018 no país

Publicidade