Blog do Galeno Observatório do Livro e da Leitura

18 de setembro de 2018

UFSC e UMinho realizam seminário internacional sobre literatura e práticas de mediação literária

UFSC - 21/06/2018

A Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), por meio do Grupo de pesquisa sobre literatura infantil e juvenil e práticas de mediação literária (Literalise/CED), e a Universidade do Minho (UMinho), através do Centro de Investigação em Estudos da Criança (CIEC), realizam nos dias 12 e 13 de julho, no Auditório da Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva, em Portugal, o III Seminário Internacional de literatura infantil e juvenil e práticas de mediação literária (Selipram).

O objetivo do evento gratuito é congregar pesquisadores brasileiros, portugueses e de demais países em pesquisas sobre literatura infantil e juvenil, em particular aqueles cujas investigações relacionam-se à produção literária para crianças e jovens, às práticas educativas construídas em diálogo com essa produção em práticas de mediação da leitura literária.
As duas primeiras edições do Selipram foram realizadas na UFSC nos anos de 2014 e 2016. Este ano, o evento acontece pela terceira vez na Universidade do Minho, internacionalizando o evento a partir de seu espaço geográfico de atuação. A professora da UFSC, Eliane Debus, é pós-doutoranda na UMinho e faz parte da coordenação do Seminário.
Mais informações estão disponíveis no site e na Fanpage do evento.

Programação

12/07 – quinta-feira

9h às 10h
Cerimonial de abertura e apresentação do evento
Vereadora da Cultura e Educação da CM de Braga
Presidente do Instituto de Educação
Diretora do Centro de Investigação em Estudos da Criança
Diretora da Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva
Organizadores do evento

10h às 12h30
Painel: Formar leitores literários: diferentes espaços educativos
Renata Junqueira (UNESP, Brasil): Literatura e espaço e/como mediação: o caso do CELLIJ
Fernando Azevedo (CIEC/UMINHO): Formar leitores em contextos não formais
Ângela Balça (Universidade de Évora): Formar leitores literários na escola: a literatura infantil e as expressões artísticas.
Rui Veloso (ESE Coimbra): A formação dos mediadores
Violante Magalhães (ESE João de Deus) : A formação de leitores literários na sala de aula

14h30 às 16h30
Painel: Produtos culturais para a infância e juventude, ideologias e tecnologias digitais
Alice Atsuko Matsuda (UTFPR, Brasil):A literatura eletrônica infantil e juvenil na formação de leitores nativos digitais
Douglas Menegazzi (UFSC, Brasil):Livro infantil Digital: o design de histórias interativas
Moisés Selfa Sastre (UL, Espanha): La transmisión de la ideología medieval en la literatura infantil y juvenil actual: el caso de el llibre de Les bèsties (1289), de Ramon Llull, y sus adaptaciones infantiles y juveniles.
Rosa Maria Hessel (UFRGS, Brasil): A presença da mídia nas conversas de crianças sobre leitura

17h às 19h
Painel: Literatura na Educação Básica: do texto literário ao ensino de literatura
Daniela Segabinazi (UFPB, Brasil): Ensinar e aprender literatura na escola: o que dizem os professores e alunos
Maria de Lourdes Dionísio (CIEd/UMINHO): A leitura da literatura na educação e formação de jovens e adultos: entre o direito e o dever
Teresa Mendes (IP Portalegre): Educação literária na educação pré-escolar e no 1 ciclo do ensino básico: da teoria às práticas
José Carlos dos Santos Debus (UNIESC, Brasil): A leitura literária como instrumento mobilizador de um aprendizado autônomo

19h – Lançamento de livros e sessões de autógrafos
Bru Junça: o contador de histórias como mediador da leitura

13/07 – sexta-feira

9h às 10h30
Painel: Literatura infantil e Juvenil e Imaginário: entre os clássicos e os “inovadores”
Blanca-Ana Roig Rechou (Universidade de Santiago de Compostela, Espanha): Os preliters: lectura e emocións a partir dos clásicos”
Eliane Aparecida Galvão Ribeiro Ferreira (UNESP, Brasil): A exploração da fantasia na produção juvenil brasileira: uma leitura de A casa da madrinha, de Lygia Bojunga Nunes
Alberto Filipe Araújo (CIEd/UMINHO): Imaginário e Literatura Infantil: o exemplo de As Aventuras de Pinóquio de Carlo Collodi

10h30h às 13h
Painel: Literatura para infância e poesia
Rosilene K. Silveira (Unisul, Brasil):O encontro infância e poesia: ludicidade, imaginação e (co)autoria
Ana Cristina Macedo (Instituto Politécnico do Porto): Poesia para a infância – dois caminhos atuais vindos de trás: visualidade e brevidade
João Manuel Ribeiro (Universidade de Coimbra): A poesia = ao que é + o que não é” ou como definir o inefável?
Lilane de Moura Chagas (UFSC, Brasil) e Carol Machado (UFSC, Brasil) : Poesia e infância: a experiência de brincar com as palavras

14h30 às 16h30
Painel: Os diferentes gêneros literários (em prosa) para infância
José António Gomes (Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico do Porto): Do conto breve e do micro-conto em literatura portuguesa para a infância
Claudia Sousa Pereira (Universidade de Évora): Micro-contos e leitores nativos digitais: uma questão de promoção da leitura literária
Rosa Maria Cuba Riche (UERJ, Brasil): A literatura infantil escrita por índios: textualidades e representações imagéticas
Maria Natividade Pires e Manuela Abrantes (Escola Superior de Educação de Castelo Branco): “Boys Reading”: Um Projeto Europeu sobre como motivar rapazes adolescentes para a literatura

17h às 19h
Painel: O livro-objeto para a pequena infância
Sara Reis da Silva (CIEC/UMinho): Grandes clássicos em versões “mini”: o caso de O livro da selva, de Rudyard Kipling
Isabel Mociño Gonzalez (Uvigo, Espanha): Alter-nativo: o diálogo com os clásicos universais num livro acordeão sem palavras
Maria Laura P. Spengler (IFC – Campus Blumenau/SC, Brasil) e Eliane Debus (UFSC, Brasil): Há quem leia com os olhos, há quem toque e leia com os sentidos: a (trans) dimensionalidade do livro-objeto para crianças e leitores de todas as idades
Leonor Riscado (ESE Coimbra): O álbum com vida – encontros (i)mediatos

Mais Pelo mundo afora

Todas as notícias sobre "Pelo mundo afora"

Receba por e-mail


Cadastre-se!

Livrômetro

Relógio da leitura no Brasil

561.600.000

Livros lidos em 260 dias de 2018 no país

Publicidade