Blog do Galeno Observatório do Livro e da Leitura

22 de outubro de 2018

Prêmio Jabuti anuncia que vai pagar R$ 100 mil ao principal ganhador e diminui o número de categorias

G1 15/05/2018

Câmara Brasileira do Livro (CBL), responsável pelo Prêmio Jabuti, anunciou mudanças na 60ª edição da disputa, uma das principais da literatura brasileira.

As duas principais alterações são:

o principal ganhador agora leva R$ 100 mil;
o número de categorias caiu de 29 na edição anterior para 18 na atual.
As inscrições para o Prêmio Jabuti 2018 abriram nesta terça. A cerimônia de entrega da premiação vai acontecer em 8 de novembro, no Auditório do Ibirapuera, em São Paulo.

Em nota, a CBL informou que agora as categorias estão divididas em quatro eixos: Literatura, Ensaios, Livro e Inovação. Este último contempla ações de incentivo à leitura.

Além disso, agora há uma inscrição mais barata e exclusiva para autores sem editora. Passa a ser possível, ainda, fazer a inscrição em em formato digital (PDF).

"Estamos atentos à evolução do mercado e consideramos ser muito importante atualizar a premiação para torná-la ainda mais democrática, ágil e inclusiva, prestigiando o mercado e aproximando-a do leitor. Mais do que nunca, nosso foco está voltado ao público final, em busca do nosso grande objetivo, que é a disseminação da leitura entre os brasileiros", afirmou no comunicado o presidente da CBL, Luís Antonio Torelli.

Por fim, o Prêmio Jabuti passa a ter apenas um vencedor no prêmio principal, Livro do Ano. Até 2017, havia um ganhador de Ficção e outro de Não Ficção.

Também deixam de ser apontados os três primeiros colocados de cada categoria, como acontecia até a edição anterior.

Vão concorrer ao Livro do Ano todos os livros vencedores das categorias dos eixos "Ensaios" e "Literatura". Esses vencedores levam R$ 5 mil.

A CBL vai divulgar os dez finalistas de cada categoria e os primeiros colocados em cada uma delas apenas no dia da cerimônia de premiação.

Os valores serão entregues ao autor juntamente com a estatueta – a editora também recebe uma estatueta. Se houver empate no primeiro lugar, o prêmio em dinheiro será dividido entre os escolhidos.


O Conselho Curador do Prêmio Jabuti é liderado por Luiz Armando Bagolin, filósofo e professor da Universidade de São Paulo (USP) e diretor da Biblioteca Mário de Andrade entre 2013 e 2016.

Os quatro conselheiros são: Mariana Mendes, Tarcila Lucena, Pedro Almeida e Jair Marcatti. Cada categoria contará com três jurados responsáveis pela avaliação das obras.

Os jurados poderão ser indicados pelo mercado editorial, com validação feita pelo próprio Conselho Curador.

Veja, abaixo, o formato do Prêmio Jabuti:

Categorias:
Eixo Literatura: Romance, Poesia, Conto, Crônica, Infantil e Juvenil, Tradução e HQ.
Eixo Ensaios: Biografia, Humanidades, Ciências, Artes e Economia Criativa.
Eixo Livro: Projeto Gráfico, Capa, Ilustração e Impressão.
Eixo Inovação: Formação de novos leitores e Livro Brasileiro Publicado no Exterior.
Valor das inscrições:
R$ 285 para associados da CBL.
R$ 327 para autor independente (que se autopublica e não está abrigado por nenhum selo de editora ou quaisquer pessoas jurídicas).
R$ 370 para associados de entidades congêneres.
R$ 430 para não associados.
Em caso de coleção, os valores são: R$ 440 para associados da CBL; R$ 457 para autor independente; R$ 475 para associados de entidades congêneres; e R$ 515 para não associados.

Premiações
Grande Prêmio Jabuti: R$ 100 mil
Categorias em cada um dos quatro eixos: R$ 5 mil

Mais Prêmios para quem faz

Todas as notícias sobre "Prêmios para quem faz"

Receba por e-mail


Cadastre-se!

Livrômetro

Relógio da leitura no Brasil

635.040.000

Livros lidos em 294 dias de 2018 no país

Publicidade